Globo teme ser acusada de plágio de Tropa de Elite em nova novela

A direção da Globo determinou ao autor e à diretora-geral de A Regra do Jogo que reduzam as referências à franquia Tropa de Elite em sua próxima novela das nove, no ar a partir do dia 31. A emissora teme ser acusada de plágio dos filmes do diretor José Padilha. Na trama de João Emanuel Carneiro, Marco Pigossi será um policial de uma unidade da PM do Rio de Janeiro que remete ao Bope, o batalhão de operações especiais retratado no filme mais bem-sucedido do cinema nacional. O personagem de Alexandre Nero também tem o DNA do filme.

O protagonista Nero faz um ex-vereador, Romero Rômulo, com referências no deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ), inspiração do deputado Diogo Fraga (Irandhir Santos) do segundo Tropa de Elite, de 2010, visto por mais de 11 milhões de pessoas nas salas de exibição, cujos direitos para TV pertencem à Record. Como Romero é dúbio e se envolve com o crime, a Globo pediu à diretora Amora Mautner que evite falar, mesmo que internamente, que usou Freixo como referência para orientar o ator. Assim, evita eventual processo.

No caso do personagem de Pigossi, as comparações com Tropa de Elite serão inevitáveis assim que a novela estrear. Ele lembra um Capitão Nascimento (Wagner Moura) mais dócil. Suas cenas têm ação, com tiros e porradas, dezenas de figurantes caracterizados como “aspiras” e “caveirões” invadindo morros. Nos bastidores do Projac, a piada é que Dante, nome do personagem, só falta falar “Pede para sair”.

Na trama, Dante é filho adotivo de Romero. Policial duro, mas correto, ele tem a ideia fixa de fazer justiça pela morte de seu pai biológico. Já Romero mantém uma ONG de fachada para recuperação de presos.

João Emanuel Carneiro, autor de A Regra do Jogo, tem um histórico de acusações de plágio. Em 2006, ele foi processado pelo cineasta Walter Salles. Segundo o diretor de Central do Brasil (1998), Carneiro se apropriou de um personagem do longa Linha de Passe, que seria filmado em 2008, no qual trabalhou como roteirista. O motoboy interpretado por Daniel de Oliveira em Cobras & Lagartos (Globo, 2006) teria sido copiado de uma das versões do roteiro do longa.

Fonte: regiaonoroeste.com

Esta entrada foi publicada em Plágio na TV e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *