Tóquio descarta logo da Olimpíada após acusações de plágio

O Japão deixará de usar o polêmico logotipo desenhado para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 após as acusações de plágio contra seu criador, informaram meios de comunicação japoneses.

logotoqui2020efe

O comitê organizador dos Jogos, que acontecerão na capital japonesa dentro de cinco anos, espera anunciar a decisão após uma reunião de urgência convocada para hoje em Tóquio.

O logotipo olímpico oficial de Tóquio 2020 desenhado por Kenjiro Sano, esteve rodeado de polêmica desde que no final de julho o belga Olivier Debie tachou o projeto de plágio poucos dias depois de sua apresentação.

Debie considera que o logotipo japonês é similar demais ao que criou para o Teatro de Liège há dois anos, razão pela qual no último dia 10 de agosto apresentou uma denúncia de plágio perante a Justiça belga.

Os organizadores defenderam até agora o emblema idealizado por Sano e inclusive mostraram na semana passada o esboço inicial a fim de afastar as acusações sobre o logotipo.

No entanto, a dúvida também caiu sobre o anteprojeto olímpico por ser parecido com outro realizado pelo falecido designer alemão Jan Tschichold.

A polêmica sobre o logotipo olímpico não é a única que o governo do Japão teve que enfrentar em relação aos Jogos de 2020.

O país asiático descartou em julho o projeto original do novo estádio olímpico, projetado pela arquiteta Zaha Hadid, após as críticas recebidas por sua magnitude e custo excessivo, que duplicou o orçamento inicial, e corre agora contra relógio para finalizar um novo projeto para a sede central de Tóquio 2020.

Fonte: terra.com.br

Esta entrada foi publicada em Plágio de Logotipo e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *